25 de jan de 2011

Minha primeira vez - too sexy for your party

     Fim de tarde é uma belezura ir pra um conjunto de apartamentos aqui perto de casa pra "balangar as perninhas" nos bancos e chimarrear. Pois foi numa dessas que vivi grandes aventuras ligando pro 190. Senta e escuta essa :
     Chegando ao tal local do chimarrão, eu e uma amiga notamos um cara deitado à beira da faixa apagado, encolhido. Okay, deve estar tirando uma sonequinha antes da próxima garrafa de cachaça.
     Achamos nosso banco na feição da sombra, fizemos o chimarrão e começamos a matraquear... fofoca dum,  veneno do outro, risada de mais um e assim por diante. Uma hora se passou, duas horas se passaram e o tempo foi indo, a noite caindo e o cara deitado, estando no nosso campo de visão, não parecia respirar.
     Eu, sempre muito impulsiva e histérica olhei pra minha companheira, a Gabi, e declarei solenemente: Ele está morto, vou ligar pro 190!!!
     Depois de uns momentos de reflexão, olhares nervosos e risadinhas escondidas nas mãos, liguei. Obviamente não afirmei que o cara estava morto porque eu não tinha como atestar um óbito estando a alguns metros de distância do cara "morto" e sem um diploma na área de medicina. E se fosse um estado cataléptico temporário?
     Exatamente 9 minutos depois da ligação chega um brigadiano de motoca pra ver o suposto defunto. O cara se levanta lindamente, conversa com o oficial e, num momento de genialidade, o brigada pede que o bêbado cante uma canção pra ele e o bêbado, bem afinado, diga-se de passagem, assovia uma canção de Roberto Carlos, se levanta da grama, espaneja a sujeira e toma rumo.
     Os mortos não são mais os mesmos.

... é gentchy...não foi a primeira vez mais legal, mas foi a MINHA primeira vez! (ligando pro 190) BAZZINGA!