3 de dez de 2010

Carta aos meus alunos

Pê... ssuaaaaaal!!! *aos berros*


Hoje a chamada gritada por aqui é um agradecimento.
Se 2010 foi um ano caótico pra mim, com muitas dificuldades, correrias, noites em claro e tudo de bizarro a que eu tive direito, vocês foram o lado bom disso.
Claro que não podemos esquecer as milhares de incomodações, as chamadas de atenção, os xixis e as centenas de bilhetes ( O aluno está apresentando comportamento inadequado blablabla matou o colega com uma folha de papel. Favor conversar com o aluno sobre atitudes. Teacher Debora. Ciente:______) mas isso foi parte do crescimento - de vocês e meu - considerando que eu não acho que ser professor seja apenas para ensinar a matéria, acho que além disso eu deixei algo pra vocês (do tipo: não seja um demo na escola ou você será professor de inglês e corintiano como eu).
Agradeço a cada um de vocês que dividiu o 2010 comigo. Foi um prazer quase sexual imenso ter conhecido cada um de vocês, as histórias, o riso, a caligrafia. Esse envolvimento foi essencial pro MEU aprendizado. Podem ter certeza que aprendi com cada um de vocês mais do que vocês aprenderam comigo, repetindo intermitentemente I-you-he-she-it ou... O que eu uso para marcar negação? No? Not?
Agradeço aos que me ajudaram com meus estágios. Foram essenciais numa etapa importante da minha vida.
Agradeço aos que se tornaram meus amigos íntimos, em vários momentos as conversas foram cruciais para me aliviar o peso da alma, a força de vocês me revigora.
Aos meus alunos do projeto, espero um dia encontrar vocês autografando seus livros. Me encho de orgulho cada vez que releio os trabalhos produzidos por vocês, vocês são geniais!


Pros pestes: é, parece que vocês não me enlouqueceram, apesar da insistência em tentar me pirar. Apesar de toda a incomodação que vocês tentaram me dar, sorry... eu sou mais teimosa e insistente que vocês ;)  Tentem com outro professor, talvez vocês consigam fazer a pessoa se desesperar.

Pros calminhos: ... é, acho que não são muitos. Obrigada por manterem a calma e não tentarem matar seus colegas mais alucinados.


A todos: hoje estou cansada, detonada, festa e festa de encerramento... trezentos amigos secretos, comilanças, risadas, funk, pagode e choradeira. Ainda tenho mais um evento hoje e só o que me passou pela cabeça o dia inteiro hoje foi: por que tão rápido? Certamente se eu ainda fosse aluna pensaria: ê!!!! Acabou essa merda!!! Mas como professora vejo que eu inverto o pensamento. Sei que foram noites em claro corrigindo coisas, preparando coisas e pensando o que poderiam pensar de mim os meus pupilos... mas agora que o ano letivo acabou tudo o que penso é: por que tão rápido?
Dizem que quando as coisas são boas, o tempo passa rápido. Talvez por isso eu não tenha sentido o ano voar entre meus livros, papéis, correções e agendas. 2010 pra mim foi ruim, péssimo, mas os meus alunos me renovaram a cada encontro e me mostraram o lado bom do ano: eles.

Meus alunos Coca Cola: amo vocês! Não sejam malas, tá?
Torço sempre pelo sucesso de vocês, independente do rumo que tomaremos.

Beijos da dramática chorona

Debby.

Um comentário:

Anderson Jeremias disse...

Hilário demais esse teu blog!