26 de fev de 2010

Enfim empregada!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

     Pois então! Me empreguei!
     Depois de estar desempregada desde junho do ano passado a coisa andou. Mandei curriculum pelo correio, pessoalmente, pela internet, pela mesa do centro espírita e via pai-de-santo. Fiz toda a via-crucis que um desempregado tem que fazer pelos pecados que não cometeu.
     Rolou de tudo... de emprego me oferecendo salários baixos sem vale transporte (Debby Teresa de Calcutá pagando pra trabalhar? Nãnãnã), a entrevistas de emprego de 3h30min de duração que me indicavam que seria interessante que eu fosse para uma terapia. Passei por processos surreais de recrutamento com meses de treinamento e mil avaliações que não deram em nada, empregos pelos quais passei por, no mínimo, duas entrevistas (vai trabalhar na área de língua estrangeira pra saber). Nenhum deu em absolutamente nada.
     Daí um lindo dia eu dormindo de me acabar, quase meio-dia, me liga uma escola marcando entrevista comigo. Detalhe: nunca mandei curriculum pra lá. Entrevista em português, chefia feminina (yay!) e um papo que era mais uma contratação do que uma entrevista, eu estava desconfiadíssima... quando a esmola é demais o santo desconfia. E falando em esmola eu caí pra trás quando eu soube do valor da hora/aula, mais alto que os demais locais por onde andei sendo entrevistada. Aceitei o trabalho, óbvio! Precisava trabalhar, precisava me ocupar! Saí de lá dando saltos mortais carpados da Daiane dos Santos de alegria.
     Dois dias depois meu telefone toca no meio dos meus roncos de novo: outra escola. Segura o cu na bunda: ESCOLA DE ENSINO REGULAR! Morri, me atirei no chão, babei e convulsionei em sinal de histeria aguda progressiva. Naquele mesmo dia, daí a 3 horas eu tinha uma entrevista com a diretora da escola. Fui, outra entrevista-que-mais-parece-contratação e tudo certo pra reunião pedagógica daí a dois dias. (Não mandei CV nesse lugar também, morre)
     PáraOMundoQueEuNãoTôEntendendoNada!
     Cuméquiémermão? Tô com dois empregos ótemos sem ter mandado CV pra nenhum dos dois lugares?
     Pois estou. Numa escola de idiomas e numa escola de ensino regular... vou dar aula de jardim à oitava série e pra turmas adulto no curso de inglês. Mole? Pode ser que sim, pode ser que não. O que importa é que estou felicíssima... terminada minha primeira semana de trabalho, planos por fazer pra semana (sim eu tenho caderninho de planos porque eu sou chata, tá?) e eu ainda não caí em mim. Estou radiante. O dinheiro não vai ser lá essas coisas, mas a satisfação profissional vai compensar. Estou muuuuito feliz e mal consigo caber em mim por enfim ter chego à sala de aula (queria agradecer à minha mãe, pai, cachorro, gata e o chapolim colorado por esse Oscar tão esperado...)
     Resta saber até quando =p~





Um comentário:

mazzy disse...

Ingles pra jardim é desesperador!

Auqi em Blumenau tem mercado de sobra pra professor de inglês. Quando a coisa apertar aí de novo, vem pra cá!!!